Conheça os tipos de Inteligências Múltiplas desenvolvidas por Gardner

Você saberia definir o seu tipo de inteligência? Ou melhor, o tipo de inteligência de outra pessoa? Meio complicada essa pergunta, não é mesmo? Afinal, dá para classificar? O psicólogo cognitivo e educacional norte americano, Howard Gardner, conseguiu criar uma teoria que define alguns tipos de inteligências. Conhecida como Inteligências Múltiplas essa teoria tornou-se popular por propor uma outra maneira de analisar o quão inteligente uma pessoa pode ser.

Isso, porque até então a maneira mais comum de definir a inteligência de uma pessoa era utilizar o teste de QI. No entanto, para Gardner a inteligência de uma pessoa era muito mais abrangente do que algumas porcentagens em um teste. O objetivo de Gardner e sua equipe de pesquisadores era ampliar o alcance do potencial do conhecimento humano, indo além do score de QI.

A teoria de Inteligências Múltiplas surgiu para questionar e propor uma outra maneira de compreender e classificar a inteligência humana.

Os tipos de inteligências

Na teoria de inteligências múltiplas o conceito de inteligência começou a perder aquela mística toda, tornou-se mais funcional e acessível. Passou a ser algo que todas as pessoas possuem, só que em áreas diferentes.

E quais são os tipos de inteligência?

1. Inteligência linguística

Nesse tipo de inteligência o que sobressai é a capacidade de usar as palavras de forma correta e efetiva. Seja oralmente (por exemplo, um contador de histórias, orador ou político), quer escrevendo (por exemplo, poeta, editor, jornalista, redator).

Além disso, esse tipo de inteligência possui a capacidade de manipular as dimensões pragmáticas da linguagem.  O que significa que pessoas com inteligência linguística possuem mais facilidade para lidar com a gramática, semântica, estrutura da linguagem, a retórica, a explicação e metalinguagem.

2. Inteligência lógico-matemática

Esse é o grupo de pessoas que possuem uma inteligência focada em números e raciocínios lógicos. Essas pessoas possuem a capacidade de usar números de forma efetiva, por exemplo, cientistas e programadores. Mas além disso, esse tipo de inteligência vai além dos números escritos em uma folha de papel, ela também carrega uma grande sensibilidade para identificar padrões e relacionar a lógica com funções e outras abstrações.

3. Inteligência espacial

Inteligência espacial é a capacidade de perceber o mundo de uma maneira precisa através do espaço, compreender como modifica-lo, como transforma-lo e guiar-se através dele. Esse tipo de inteligência envolve uma sensibilidade à cores, linhas, formas, configurações e manipulação d0 espaço. Por exemplo, decoradores, arquitetos, engenheiros, pintores e artistas plásticos são alguns dos profissionais que possuem esse tipo de inteligência. Justamente pela facilidade que eles possuem de lidar com perspectivas, de compreender o espaço, as formas e perspectivas e criar à partir do que eles veem.

4. Inteligência corporal-cinestésica

Você sabia que lidar com o corpo também é um tipo de inteligência? O uso do corpo para expressar ideias e sentimentos, como por exemplo nos atores, mímicos ou dançarinos. O uso do corpo para superar desafios como os atletas. E até mesmo a facilidade no uso do corpo para produzir ou transformar coisas, como por exemplo os artesãos, escultores mecânicos e cirurgiões. Todos esses são tipos o tipo de inteligência corporal-cinestésica. Que tem como principais características as habilidades físicas, tais como coordenação, equilíbrio, força, flexibilidade, agilidade e velocidade. Como também percepções táteis e hápticas.

5. Inteligência musical

A música é uma das inteligências que é presente em praticamente todas pessoas, isso porque ela é universal. Todos nós temos a capacidade de perceber o mundo através de sons. Todos nós possuímos sensibilidade ao ritmo, tom ou melodias. Por isso mesmo que a música é tão presente em nossas vidas.

No entanto, o que difere nos músicos é que eles são mais favorecidos no intuito como também no entendimento formal e técnico da música. Além, é claro, o treino e estudos.

6. Inteligência interpessoal

Esse é o tipo de inteligência que é desenvolvida por pessoas que percebem os outros. Sabe aquela famosa frase “leia nas entrelinhas?” Bem, as pessoas que possuem a inteligência interpessoal leem os outros além do superficial. Elas conseguem perceber e fazer distinções no humor, expressões, intenções, motivações e sentimentos das outras pessoas. O que resulta em uma uma grande capacidade de sensibilidade e a capacidade de responder efetivamente aos sinais dos outros. Conseguindo comunicar de forma simples e adaptável.

7. Inteligência intrapessoal

Se a inteligência citada no item anterior é a capacidade de compreender o outro, na inteligência interpessoal o efeito é voltar para dentro de si mesmo. Autoconhecimento e a capacidade de usar isso a seu favor, de maneira adaptável, são as principais características de quem possui esse tipo de inteligência.

A inteligência intrapessoal é aquela que nos permite compreender e controlar os nossos sentimentos. As pessoas que se destacam nesse tipo de inteligência são capazes de refletir sobre elas mesmas. Aprofundando a visão e compreensão sobre a vida e sentimentos internos.

6. Inteligência naturalista

Como o nome já denuncia esse é o tipo de inteligência voltada para aspectos da natureza. Pessoas com essa inteligência possuem um grau elevado de sensibilidade em relação aos fenômenos naturais. Por exemplo, diferenciação, detecção e categorização de animais, vegetais ou fenômenos naturais. Essa é uma das inteligências essenciais para a sobrevivência do ser humano e de outras espécies.

Existe uma inteligência melhor do que a outra?

Para Gardner as pessoas possuem um pouco de cada inteligência. Todos nós nascemos com essas sete inteligências. No entanto, cada um de nós possui algumas que são mais desenvolvidas do que outras. Seja por vocação ou por preferências pessoais.

Sendo assim, todos possuem sete inteligências, mas podemos classificar alguns tipos de de inteligências em uma pessoa considerando uma área que ressalta entre as demais. 

No entanto, é importante ter em mente que todas as formas de inteligência são válidas e importantes. Não existe uma melhor do que a outra, mesmo porque existem tantas áreas e profissões que designar um tipo de inteligência como ideal seria reduzir a possibilidade das pessoas.

“É da máxima importância reconhecer e estimular todas as variadas inteligências humanas e todas as combinações de inteligências. Nós somos todos tão diferentes, em grande parte, porque possuímos diferentes combinações de inteligências. Se reconhecermos isso, penso que teremos pelo menos uma chance melhor de lidar adequadamente com os muitos problemas que enfrentamos neste mundo.” – Howard Gardner 

E então, o que você achou da teoria de Inteligências Múltiplas? Quer aprender mais sobre o tema, técnicas e aplicações? Conheça um curso focado no tema que irá tirar várias dúvidas e direcionar seus conhecimentos na área. Clique aqui e comece hoje mesmo!

inteligencias multiplas

Artigos Relacionados

5 aplicativos que toda mulher precisa usar para cuidar da saúde emocional

Cuidar da saúde emocional é tão importante quanto cuidar da saúde física. No entanto, muitas vezes esquecemos que não é...
Leia mais
imagens

5 aplicativos para criar imagens inspiradoras no Instagram

Use o Instagram para propagar a mensagem de Deus. Veja essa lista de aplicativos que irão te ajudar a criar...
Leia mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

X